5 tópicos financeiros que todo empreendedor deve saber

A falta de controle sobre as finanças da empresa responde por boa parte das crises e falências, seja nas de pequeno, médio ou grande porte. Muitos empreendedores não possuem o conhecimento necessário ou alegam a falta de tempo para cuidar da questão. Por isso, cada vez mais têm recorrido a empresas terceirizadas especializadas no setor.

Ainda assim, existem pontos mais básicos que o empreendedor deve saber sobre a realidade de sua empresa, exatamente para acompanhar as análises e ações do departamento financeiro. Vamos a elas?

1. Qual é o caixa disponível?

Toda empresa possui contas a pagar. Mesmo que ela ainda não esteja lucrando, é essencial que haja caixa para manter o seu funcionamento. A questão é: você sabe quanto a sua empresa possui disponível em caixa e nos bancos?

O ideal é definir um caixa mínimo para que a empresa possa manter sua operação e conseguir resolver possíveis problemas antes que se tornem graves.

2. Quanto você tem a receber?

As contas a receber se referem a produtos entregues ou serviços prestados pelos quais a empresa ainda não foi paga em sua totalidade. É como um investimento em seu cliente, dado importantíssimo para se ter uma noção sobre seu fluxo de caixa.

Correspondem a essa questão os pagamentos em boletos ou a prazo no cartão. No entanto, é importante ter em mente que sempre existe o risco de não receber, fator que deve ser considerado na contabilidade da empresa.

3. Quais são suas contas a pagar?

O pagamento de contas fora do prazo gera multas e juros, além de comprometer a credibilidade da empresa em sua condição de crédito. Por isso, é essencial que o empreendedor saiba todos os custos e despesas, fixos e pontuais, ao longo do mês.

Além disso, fazer um orçamento dos gastos é sempre uma recomendação, já que permite encontrar soluções mais baratas, desde que a qualidade não se perca. Isso dá à empresa mais confiança para conduzir negociações com parceiros e fornecedores, seja em termos de preços ou de prazos, amenizando a necessidade de capital de giro.

4. Quantas são suas contas a receber que estão atrasadas?

Esse valor se refere ao montante que deveria ter entrado no caixa da empresa, mas não entrou. A empresa deve conhecer o índice de inadimplência para que possa tomar ações que amenizem o problema, como renegociações de prazos e de opções de pagamento, bem como a execução de uma análise de crédito antes de promover a venda.

Diagnosticar esse problema é o primeiro passo para tomar as medidas cabíveis e evitar que a empresa fique com seu financeiro comprometido.

5. Quanto você tem faturado?

Por fim, o faturamento é sempre o ponto de maior atenção de qualquer empreendedor. No entanto, ele por si só não representa a realidade da empresa, dado que é preciso levar em consideração os atrasos de recebimento, custos e margem de contribuição.

Para aumentar o faturamento, é importante otimizar a produtividade da empresa (o que pode ser feito com ações com funcionários e novas tecnologias), bem como maior promoção de vendas (que pode ser feita com esforços de marketing, como comunicação e ações promocionais).

O importante é sempre comparar o faturamento do mês com os meses anteriores e com o mesmo período dos anos anteriores. Assim, você consegue identificar crescimentos, crises e comportamentos sazonais, sendo capaz de definir ações conforme as circunstâncias.

Está difícil cuidar do seu financeiro? Está faltando tempo? A VIA te ajuda a cuidar da contabilidade, das contas a pagar e a receber, além de cuidar de toda a sua gestão de pessoal.

VIAA plataforma inteligente que trabalha por você!

Não saia ainda, deixe seus dados que vamos surpreender você!