Restituições de quem caiu na malha fina do IR foram pagas hoje

Durante o dia de hoje, a Receita Federal creditou cerca de R$725 milhões de reais em restituições residuais do Imposto de Renda, correspondentes às declarações que haviam caído na malha fina entre 2008 e 2019.

Os valores passaram pela correção monetária da taxa Selic, já que ela sofreu variações ao longo dos anos. Os percentuais de correção variaram entre 4,77% em 2019 e 113,05% nas declarações entregues em 2008.

Esse crédito foi depositado para 185.891 pessoas em todo o Brasil, sendo 36.161 idosos entre 60 e 79 anos, 8.010 idosos acima de 80 anos, 9.387 pessoas que possuem o magistério como maior fonte de renda e 4.412 pessoas com doenças físicas, mentais ou enfermidades graves.

Para saber se a sua restituição foi liberada, basta acessar o site da Receita, ligar para o Receitafone no número 146 ou fazer o download do aplicativo Meu IRPF, disponível para os sistemas Android e IOS.

O prazo para resgate da restituição é de até 1 ano. Caso a retirada não seja feita dentro deste prazo, o contribuinte deverá requerê-la pelo site da Receita Federal, em Formulário Eletrônico – Pedido de pagamento ou restituição, ou diretamente no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento, da Receita Federal), em Extrato de Processamento da DIRPF.

Tenho direito a restituição, mas o meu dinheiro não foi creditado. O que eu faço?

Existem algumas opções para que você consiga solucionar o problema. Veja:

  • Vá pessoalmente a qualquer agência do Banco do Brasil;
  • Ligue na Central de Atendimento para as capitais no telefone 4004-0001;
  • Ligue na Central de Atendimento de demais localidades no telefone 0800-729-0001;
  • Discar 0800-729-0088 para atendimento de pessoas com deficiência auditiva.
O que é uma restituição residual?

Os lotes das restituições do Imposto de Renda são pagos anualmente entre os meses de Junho e Dezembro, referentes ao ano de exercício da entrega da declaração.

Pessoas que não recebem sua restituição em nenhum desses lotes, tem o nome enviado para uma lista de declarações que possuem erros nas informações ou dados fraudulentos, o que chamamos de malha fina.

As declarações de pessoas que caem na malha fina passam por uma série de verificações e correções, até que ela possa ser restituída. Esse valor é pago posteriormente, fora do período comum da liberação dos lotes, e por isso é chamada de “restituição residual”.

VIA: A plataforma inteligente que trabalha por você!

Não saia ainda, deixe seus dados que vamos surpreender você!