Análise SWOT: entenda como ela pode ajudar o seu negócio

Assim como outros modelos e ferramentas do mercado, a Análise SWOT serve como base para você traçar um bom planejamento estratégico para a sua empresa.

Utilizada na elaboração de novos projetos ou até mesmo para diagnósticos de problemas já existentes, a Análise SWOT serve para dar mais segurança na tomada de decisões, antecipando-se à problemas e traçando estratégias de crescimento efetivas.

Criada pelo americano Albert Humphrey entre as décadas de 60 e 70, a sigla SWOT é uma abreviação das palavras strengths, weaknesses, oportunities e threats, que significam, respectivamente: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

Esses quatro itens são subdivididos em duas categorias: ambientes internos e ambientes externos. Os ambientes internos tratam-se das forças e fraquezas do seu negócio – por isso, conhecer a sua empresa a fundo é o principal passo para acelerar seu crescimento.

Já os ambientes externos, analisam as oportunidades e ameaças do mercado, possibilitando entender também um pouco mais sobre a concorrência e as ações que devem ser tomadas.

Ainda dentro dos ambientes externos, existem os microambientes e macroambientes, que também precisam ser analisados.

Microambiente refere-se ao setor em que a sua empresa está atuando – fatores e variáveis que são incontroláveis. Existe muita concorrência? Há espaço para a sua empresa atuar? Quais são as dificuldades?

Já o macroambiente engloba tudo aquilo que é externo à empresa e ao ramo, ou seja, questões políticas, econômicas, tecnológicas, dentre outras, que podem atingir a sua empresa de forma positiva ou negativa.

Mas por onde começar a análise? Qual é o ponto de partida? Existem diversas variáveis de acordo com o ramo da sua empresa, porém, trouxemos perguntas chave que irão te ajudar a iniciar o processo. Veja:

AMBIENTES INTERNOS

Forças

– Quais são os diferenciais da sua marca?

– Quais são seus melhores produtos?

– O que mantém sua equipe engajada?

– O que fideliza seus clientes?

– Qual é a sua posição e reconhecimento no mercado?

– Está bem localizado?

Fraquezas

– O que desmotiva sua equipe?

– Possui funcionários que não possuem capacitação suficiente e precisam de suporte?

– Está tendo atraso na produção dos produtos?

– As vendas estão diminuindo?

– Por que a concorrência está tendo maior destaque e número de vendas?

AMBIENTES EXTERNOS

Oportunidades

– Quais lacunas os meus concorrentes ainda não aproveitaram? Como posso ocupar este espaço?

– Quais novas tecnologias posso utilizar para agilizar processos e me manter mais conectado aos meus clientes?

– Há espaço para o lançamento de novos produtos?

– Quais novos produtos posso criar para inovar no mercado?

Ameaças

– O país está passando por alguma crise econômica e/ou política?

– Que atitudes posso tomar para me precaver em um momento de crise?

– Estão surgindo novos concorrentes? O que de inovador eles estão trazendo ao mercado que pode afetar o meu negócio?

– Ocorreram mudanças na legislação? Minha empresa ainda está instituída por bases legais?

Agora que você tem um norte, iniciar os trabalhos ficou mais fácil. Portanto, lembre-se, porém, que é importante pedir ajuda a um profissional especializado, que saberá te orientar corretamente, indicando o melhor caminho para a sua empresa.

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe um comentário

Não saia ainda, deixe seus dados que vamos surpreender você!