Como a pequena empresa pode minimizar os efeitos das crises? – Parte 1

A propagação da COVID-19 tem exigido que boa parte dos estabelecimentos comerciais feche as portas por tempo indeterminado. Assim, as pessoas estão concentrando seu consumo naquilo que lhes é essencial. Além disso, o isolamento social tem distanciado as pessoas das empresas, o que fatalmente cria crises de instabilidade econômica.

Entretanto, por devastador que o cenário possa parecer, há algumas medidas que podem amenizar seus efeitos. Confira, a seguir, algumas maneiras de fazer o seu negócio superar esse momento de crise:

Tente captar novos clientes

Sim, parece paradoxal uma dica dessas nesse momento. Contudo, lembre-se de que, diante das crises nos meios físicos, os canais digitais tendem a se fortalecer. Portanto, mantenha a imagem de sua marca forte na web e capte novos clientes, seja por meio de ações promocionais via e-mail, redes sociais, entre outros.

Sites, blogs e mídias sociais desatualizados são registros de uma empresa que deixou de se preocupar consigo mesma. Não caia nessa armadilha e continue interagindo com seu público. Assim, ao fim das crises, você continuará com um grupo engajado de clientes em potencial.

Adapte-se às novas circunstâncias

É possível oferecer seu produto pela internet? Você pode prestar seu serviço na casa das pessoas, ao invés de mobilizá-las ao seu ponto de venda? Seus funcionários podem trabalhar em sistema de home office? Além de serem questões importantes para a segurança e a saúde das pessoas envolvidas, são meios de fazer seu negócio sobreviver.

Além disso, algumas opções de incentivo ao consumo têm sido bastante exploradas nesse cenário de crises. Delivery, cupons de desconto, assinaturas, combos promocionais, entre outras estratégias têm evitado o acúmulo de estoque e mantido vivas as vendas.

Comunique-se em meio às crises

Se sua empresa está promovendo mudanças em sua operação, comunique-as com clareza. Isso vale tanto para o público externo quanto para os próprios funcionários e fornecedores. Muita gente se esquece da importância da comunicação interna, mas ela é um grande combustível de motivação e tranquilidade aos envolvidos nesse momento difícil.

Quanto ao público externo, fortaleça sua marca divulgando os benefícios e diferenciais de seus produtos e serviços. Além disso, não se esqueça de comunicar as ações promocionais que for realizar. O importante nesse momento é que seu público tenha ciência de que sua empresa está em funcionamento, mesmo que com algumas modificações.

Prepare-se para mudanças após as crises

Por fim, segundo especialistas, a crise do coronavírus promoverá mudanças no comportamento do consumidor. Mesmo os mais conservadores acabarão ganhando confiança em comprar pela internet, já que não haverá outra opção diante do isolamento social.

Por conta disso, soluções automatizadas, rede de entregas, marketing digital, entre outros aspectos da vida empresarial online estarão em alta. Concluindo, certifique-se de que sua empresa estará por dentro dessas questões, pois o mercado consumidor nunca mais será o mesmo.

No próximo artigo, você confere a segunda parte das dicas. Não perca.

VIAA plataforma inteligente que trabalha por você!

Não saia ainda, deixe seus dados que vamos surpreender você!