Ativos e passivos da contabilidade: o que são?

Saber diferenciar para que fins o dinheiro da sua empresa é utilizado é essencial para manter as finanças organizadas e rendendo bons lucros.

Para te ajudar com esta tarefa, explicaremos o que são os ativos e os passivos, operações contábeis realizadas por todas as empresas. Veja:

Ativos: Trata-se dos bens da empresa: estoque, maquinário, imóveis, dinheiro em caixa, veículos, etc.;

Passivos: Trata-se das obrigações da empresa, ou seja, despesas com mercadoria, fornecedores, governo, serviços, entre outros – em resumo, é tudo pelo qual a empresa tem que pagar.

Ainda dentro desses itens, existem outros nichos para classificarmos, facilitando todo o processo de contabilidade da empresa. Confira:

Ativo não circulante: Bens que só poderão ser transformados em dinheiro real após 12 meses. Exemplos: bens que façam parte da estrutura da empresa e do seu sistema de produção, vendas parceladas a longo prazo, veículos, imóveis, máquinas, etc.;

Ativo circulante: Bens que podem ser transformados em dinheiro em curto prazo, ou seja, em um período de até 12 meses. Exemplos: aplicações financeiras, dinheiro em caixa, contas a receber, entre outros;

Passivo não circulante: Corresponde às contas que sejam realizáveis dentro do exercício social da empresa, com prazo posterior a 12 meses da demonstração do balanço patrimonial;

Passivo circulante: Corresponde às contas que sejam realizáveis dentro do exercício social da empresa, em um prazo de até 12 meses da demonstração do balanço patrimonial. É conhecido também como exigível a curto prazo.

Agora que tudo está explicado, ficou mais fácil entender o que são os passivos e ativos, compreendo melhor um dos processos contábeis executados dentro da sua empresa.

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *