A participação feminina no empreendedorismo brasileiro

O empreendedorismo é um grande desafio, seja no Brasil ou fora dele. Com suas diversas particularidades que exigem conhecimento técnico, é necessário se manter sempre atualizado e com força de vontade para expandir o negócio.

Essa questão ainda pode ser um pouco mais complexa para mulheres. Uma pesquisa realizada pelo SEBRAE e divulgada no início de 2019, mostra com dados e gráficos um pouco mais sobre o cenário do empreendedorismo feminino no Brasil.

Dos donos de negócio registrados no país, cerca de 18,1 milhões são homens e 9,3 milhões são mulheres – uma diferença significativamente alta, considerando o fato de que a maior parte da população brasileira é composta por mulheres.

Existem, porém, algumas particularidades. Grande parte das empreendedoras do país abriram seus negócios por necessidade financeira. Desde 2002, as mulheres se mantém presentes no topo do ranking de abertura de empresa no Brasil (exceto em 2008 e 2009, onde os homens estiveram na liderança).

A escolaridade também é uma questão a se notar. Embora a maioria dos empreendimentos do Brasil sejam geridos por homens, são as mulheres quem possuem o maior nível de especialização – 25% das mulheres possui ensino superior ou mais, contra 17% dos homens.

Apesar disso, mulheres donas de negócio ainda ganham 22% a menos em comparação aos homens também donos de negócio. Isso acontece porque, na maioria dos casos, os negócios conduzidos por mulheres tem menor porte e menor quantidade de funcionários.

Além disso, empreendedoras trabalham cerca de 18% menos horas em comparação aos empreendedores, uma diferença justificada, na maioria das vezes por conta de tarefas domésticas e cuidados com os filhos.

Presença feminina no mercado

Mesmo com essas diferenças, as mulheres vem conquistando um espaço cada vez maior no mercado, com altos cargos de liderança e maior presença como donas de empresas. Estão se tornando também, chefes de domicílio, possuindo a maior renda da família.

Predominantemente presente no mercado de beleza – artigos do vestuário, acessórios, salões de beleza, estética e afins – as mulheres tem conquistado um público fiel e cada vez maior, que apoia e fortalece o empreendedorismo feminino, seja a nível bairro ou nível  nacional.

VIA: A plataforma inteligente que trabalha por você!

Não saia ainda, deixe seus dados que vamos surpreender você!