Termos mais utilizados no mundo das franquias

Para você que está pensando em abrir uma franquia ou que acabou de entrar neste mercado, montamos uma lista completa com os termos mais utilizados pelos profissionais do meio. Veja:

Circular de Oferta de Franquia (COF) – Documento entregue ao franqueado, contendo todas as informações relevantes da empresa, como dados financeiros e contratos;

Conselho de Franqueados – Grupo de franqueados de determinada rede, que se reúne para discutir temas relevantes e algumas possíveis melhorias para a marca;

Consultoria de Campo – Processo onde a franqueadora envia profissionais em suas franquias para fazer vistorias e dar aconselhamentos de gestão;

Contrato de Franquia – Contém informações sobre o negócio, sobre a franqueadora e também sobre o franqueado. Neste documento, constam todos os direitos e deveres de ambos, e sua duração é pré-definida de acordo com a necessidade das partes;

Convenção de Franqueados – Reuniões feitas, geralmente, uma vez ao ano para discutir os resultados do período anterior, alinhar estratégias e divulgar o planejamento dos próximos meses;

Conversão – Transformar um negócio já existente – que ofereça o mesmo produto que a sua franquia – em uma franquia. O processo gira em torno de fazer com que este negócio se adeque aos processos da sua franquia, bem como formato do negócio e o layout das lojas;

Empresa Franqueada – Pessoa jurídica do franqueado necessária para exercer as atividades de gestão, operação e administração de forma legal;

Estoque Inicial –  A primeira leva de produtos pela qual o franqueado deve solicitar para montar o seu primeiro estoque – também chamado de enxoval;

Franqueado – Aquele que adquire o direto de utilizar a marca de uma franqueadora, vendendo seus produtos/serviços e retornando à franqueadora todos os custos e taxas previamente informados no contrato;

Franqueadora – Franqueadora é quem possui a marca e a oferece no mercado para que franqueadores passam vender os seus produtos, detendo um retorno financeiro através deste processo;

Franquia – Conforme definição do Portal do Franchising, “franquia é um negócio cujo modelo de operação é copiado e transferido para outro ponto comercial com autorização de quem detém os direitos e criou aquele modelo inicial”;

Investimento Inicial – Valor inicial necessário para montar uma franquia;

Know-How – Conjunto de conhecimentos práticos (técnicos e operacionais) sobre o negócio, que serão transmitidos do franqueador para o franqueado;

Manual de Operações – Contém todos os detalhes de funcionamento do negócio, bem como regras e instruções gerais a respeito da gestão da franquia adquirida;

Marca – Segundo o SEBRAE, “marca é todo sinal distintivo, visualmente perceptível, que identifica e distingue produtos e serviços, bem como certifica a conformidade dos mesmos com determinadas normas ou especificações técnicas”;

Marketing de Inauguração – Estratégia de marketing elaborada para divulgar e evidenciar a abertura da nova loja;

Microfranquias – Como o seu próprio nome já diz, são franquias de menor porte, calculado como três vezes o valor do PIB anual médio por habitante do país – o que atualmente está se aproximando de R$100 mil (cálculo feito com base no dados de 2018). Este tipo de franquia é indicado para pessoas que não possuem muito dinheiro para investir, porém desejam empreender;

Prazo de Retorno – Tempo estimado para ter o retorno do valor inicial investido na franquia;

Pré-Contrato de Franquia – O pré-contrato pode servir como uma espécie de teste, onde franqueador e franqueado podem trabalhar juntos para estudar se a parceria funcionará. Este modelo não é obrigatório, e é utilizado por apenas algumas franqueadoras;

Rede de Franquias – Todo o conjunto de franquias e unidades próprias de determinada marca;

Sócio Investidor – Atua com os recursos financeiros da franquia;

Sócio Operador – Responsável por gerenciar e coordenar as operações do dia a dia da franquia;

Store in Store – Modelo de negócio onde a franquia é aberta dentro de uma outra loja. Um exemplo disso, são pequenos estandes montados dentro de grandes lojas de departamentos como a C&A e lojas similares;

Taxa de Franquia – Valor pago do franqueado para a franqueadora no momento da assinatura do contrato, dando livre acesso aos produtos e conhecimento da empresa;

Taxa de Propaganda – Taxa cobrada periodicamente pela franqueadora, que serve para as ações divulgação da marca;

Taxa Mensal de Franquia (Royalties) – Taxa mensal que o franqueado paga à marca pela utilização e suporte dos serviços;

Território – Determinada área onde o franqueado poderá atuar com a franquia. Este espaço é pré definido em contrato, e pode ser tanto o espaço de um shopping como um bairro inteiro;

Unidade Franqueada – Local físico onde a loja foi instalada e os serviços devem ser executados.

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *