Como escrever de forma clara e objetiva

Pode parecer uma parte simples do nosso cotidiano, mas escrever bem é importante para todos nós. Seja para e-mails, contratos, comunicados ou afins, é importante escrever com clareza e objetividade.

É importante escrever de modo que o receptor compreenda a mensagem, sem que ele encontre duplos sentidos ou fique com dúvidas em relação ao que foi proposto.

Para te ajudar com isso, separamos algumas dicas que facilitarão na escrita de textos para diversos formatos. Veja:

Entenda o assunto – Para escrever sobre algo é necessário ter bagagem de conhecimento sobre ela. Entender o tema fará com que você escreva sobre ele com mais facilidade;

Construa o texto em tópicos – Antes de começar, imagine a estrutura e sequência narrativa que você quer para o seu texto. Liste em tópicos a sequência de informações que você quer passar. Além de não esquecer nenhum item importante, você não será repetitivo;

Use palavras fáceis – Este passo facilita o entendimento do receptor. Palavras rebuscadas demais podem causar dúvidas e fazer com que a informação seja entendida de maneira errada. Lembre-se: isso não se aplica em casos de jargões e expressões específicas da sua área – neste momento é importante que você conheça seus leitores, ao saber que consomem este tipo de conteúdo mais específico, saberá quais palavras usar;

Evite frases longas demais – Frases muito longas tornam o texto cansativo e confuso. Tente separar as ideias;

Tome cuidado com a pontuação – Vírgulas no lugar errado, acentuação incorreta e pontos finais sem o assunto ter sido finalizado são os principais erros na construção de um texto. Verifique a pontuação antes de enviar o seu texto;

Evite abreviaturas – Abreviaturas demais torna o texto mais complexo e difícil de compreender. Ao escrever na pressa, isso acaba acontecendo, mas é preciso lembrar que nem todas as abreviaturas são conhecidas. Neste caso, escreva as palavras em sua forma original;

Ao usar siglas, coloque o seu significado – Muitas instituições se identificam por siglas – por isso, não é errado utilizá-las, desde que coloque o seu significado no texto;

Conheça o seu público – Conforme dito no tópico sobre palavras fáceis, ao conhecer o seu leitor, você conhece o tipo de vocabulário que deve usar com ele. Estude as preferências do seu público: preferem textos grandes ou pequenos? Palavras simples ou rebuscadas? Público específico ou geral? Observe tudo isso com atenção. Escrever de acordo com as preferencias do seu público causa um melhor entendimento e preferência por parte dele.

            Ao aplicar essas dicas em seus textos verá que ele ficará muito mais claro e conciso. Perceba que coisas simples fazem total diferença para um bom resultado final. Estude, escreva e revise: assim os textos serão completos!

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *