O que é uma startup?

Vindo do inglês, o termo startup significa “ato de começar alguma coisa”. Muito utilizado para caracterizar novas empresas e o seu modelo de negócio, se tornou uma palavra muito utilizada por empreendedores.

Existem muitas definições para o que seria uma startup, com diferentes pontos de vista. Muitas pessoas afirmam que uma pequena empresa em seu período inicial no mercado pode ser considerada uma startup.

Outros dizem também que é um modelo de negócio com baixos custos de manutenção e rápido crescimento no mercado. Porém, há uma definição que vem sendo aceita tanto por empreendedores quanto por especialistas, e até mesmo investidores.

Uma startup trata-se de um grupo de pessoas que trabalham com um modelo de negócio que pode ser vendido para todo o tipo de cliente, sem a necessidade obrigatória de fazer adaptações. Além disso, trabalham com incerteza, pois não há como prever se o negócio realmente dará certo.

Por seu baixo custo, acaba se tornando um modelo de negócio muito comum na internet. Sem a necessidade ter custos com lojas físicas, aluguéis e outros itens, acaba se tornando mais barato. Porém, isso não quer dizer que existam somente startups de internet.

Criar uma startup é um desafio, já que por ser um negócio incerto, contar com investidores fica mais difícil. Por isso, muitos dos empreendedores abrem suas startups no modelo bootstrapping, onde você utiliza somente o seu dinheiro para abrir o negócio.

Em outros casos, ideias inovadoras atraem investidores. Os chamados investidores anjo investem em novos projetos, em troca de uma participação nos lucros, podendo colaborar também com mentorias e ajuda na rede de contatos.

Para criar uma startup é necessário ter, antes de mais nada, uma ideia inovadora, que se destaque no mercado – conseguindo consequentemente um grande número de consumidores em um curto espaço de tempo e com pouco dinheiro investido.

Além disso, é essencial que seja um produto/serviço que possa ser reproduzido em grande escala sem custos maiores com equipe. Precisa ser rápida na adaptação ao mercado e flexibilidade para que os funcionários possam assumir responsabilidades, dando-lhes maior autonomia, já que a equipe é reduzida.

Portanto, a agilidade na captação de clientes e na divulgação do produto são a chave para ter uma startup de sucesso. É um modelo de negócio que exige rapidez na tomada de decisões, onde os acontecimentos são rápidos. Se prepare para isto, planeje, e estará pronto para abrir sua startup!

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe um comentário