Como saber se o seu negócio está pronto para ser expandido?

Ao querer ampliar o seu negócio, é importante observar suas finanças, principalmente os lucros. Segundo o SEBRAE, é importante que o lucro seja contínuo em pelo menos 3 anos, para ter estabilidade e a renda apropriada.

Outro fator extremamente importante, e que pode definir o sucesso na ampliação do seu negócio é observar o mercado. Ele está apto a receber mais desses serviços? Existe demanda para isso? Seu setor de atuação tem obtido crescimento? Seus clientes estão satisfeitos com os seus serviços?

É importante observar também seus funcionários. Estão preparados e motivados para este aumento na demanda de serviços? Poderão contribuir positivamente nesta nova etapa?

Se a resposta para todas as questões anteriores for positiva, você está pronto para ampliar o seu negócio! Mas lembre-se sempre de que é preciso ter cautela e atenção ao longo de todo o processo, para não sofrer prejuízos.

Mas, e agora? Qual modelo de expansão devo usar?

Existem diversos modelos de expansão para uma empresa, e eles devem estar bem claros para que você decida qual é melhor para o seu negócio. A seguir os modelos de expansão reconhecidos pelo SEBRAE:

Unidade própria – Abrir uma outra unidade própria exige muito cuidado. É importante analisar se a sua empresa está tendo um lucro contínuo nos últimos anos, para garantir a estabilidade financeira desta nova unidade. Além disso, verifique se o mercado está propício para o seu tipo de produto ou serviço.

Sistema de franquias – Este modelo consiste em trabalhar com empreendedores que compartilhem do mesmo sonho que você. Este modelo é bom para empresas de portes menores, que não tem capital suficiente para se expandirem sozinhas. É importante estar atento as capacitações do seu franqueado, para que ele faça uma boa gestão.

Fusão ou aquisição – Este tipo de negócio te permite fazer parcerias com empresas correlatas à sua, que façam muito bem algum serviço que você queira oferecer. Assim, os lucros são maiores e seus gastos, menores. Esteja atento à empresa com a qual você irá fazer a parceria, para que não ocorra nenhum problema posteriormente.

Licenciar seu produto –  Este modelo é ideal para empresas que já possuam produtos consolidados no mercado. Segundo o SEBRAE, no licenciamento, você concede direito de uso sobre a sua marca, mas não transfere as técnicas de produção de seu produto.

E-commerce – Expandir o seu negócio não necessariamente precisa ser um processo físico. Ao abrir mercado na internet, você coloca seus produtos ou serviços em uma espécie de vitrine, onde qualquer pessoa pode ter acesso. Neste modelo você consegue explicar melhor o produto que você está vendendo, além de ter um melhor feedback e contato com seus clientes.

Mire outros mercados – Se a sua empresa já está com produtos consolidados no mercado, por que não buscar novos caminhos? Invista em áreas correlatas aos seus produtos, e amplie seus negócios.

Agora que você já sabe se está pronto para ampliar seu negócio e já conhece os modelos de expansão, escolhe aquele que melhor atenderá as suas demandas e veja sua empresa crescer. Esteja sempre atento a todos os detalhes e mantenha-se focado no processo, assim, terá grandes recompensas no futuro.

VIA: Liberdade para fazer aquilo que ama!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *